A História dos Samurais

Quem forem os samurais? O que era um samurai? Quais foram os samurais famosos?

Um assunto que traz tambem muita curiosidade, são os samurais. Quem foram esses personagens e o que representaram é o que muitos perguntam. Há quem ache que eles nunca existiram e são meros personagens do folclore japonês. Ledo engano…

Hoje realmente eles apenas fazem parte da história do Japão, mas há centenas de anos atrás, eles tinham um papel muito importante na sociedade nipônica.

Quem eram os Samurais?

Samurai ( 侍 ) era um termo para a nobreza militar da pré-industrial do Japão. Em outras palavras, eram guerreiros japoneses que defendiam os daymio (senhores feudais). A palavra “samurai” é derivada do japonês arcaico, do verbo “samorau”, alterado para “saburau”, que significa “servir” ou “aquele que serve”. Foi entre os séculos XII e XIV que ganharam grande importância e prestigio na sociedade, sendo referidos como mártires..

Os samurais tinham que seguir um código chamado Bushido de conduta e ética muito rígido. Bushido significa ” caminho do guerreiro e de acordo com o código, os samurais deveriam ser leais, resistentes, corajosos e disciplinados. O Bushido ensina que a katana (espada japonesa) não é simplesmente uma arma. Ela significava a alma e o símbolo máximo dos samurais. Estes se preparavam desde a infância, recebendo treinamentos dos mestres mais experientes.

Bushido Samurai

Bushido SamuraiGenbuku (元 服), eram dados à criança sua primeira espada e armadura de verdade.

Ganhava também um nome de adulto e tornava-se de fato um samurai. A katana e um wakizashi juntos são chamados de daisho (literalmente “grande e pequeno”) e significavam a “honra” de um samurai e quase uma extensão de si mesmos. Desta forma, eles jamais se separavam dessas armas, dormindo inclusive com elas debaixo do travesseiro.

Acima, Wakizashi e katana, armas tradicionais dos samurais.

O samurai também aperfeiçoou a habilidade com o yumi (arco), refletida na arte de kyujutsu. O yumi era um arco assimétrico feito de bambu, vime, madeira e couro e tinha um alcance efetivo de 50 metros a 100 metros, sendo usado também à partir de um cavalo, que acabou tornando-se um esporte chamado Yabusame (流 镝 马).

Nos séculos XV e XVI, muitos samurais utilizaram as experiências militares e as qualidades adquiridas para se dedicarem à administração de negócios nas áreas de comércio e agricultura. No século XIX, com a restauração imperial (dinastia Meiji), ocorreu o fim do feudalismo no Japão. Os samurais foram perdendo prestígio e força. Em 1870, ocorreu uma revolta de samurais, porém foi fortemente reprimida pelo exército imperial do Japão.Yabusame, esporte medieval japonês

Acima, Yabusame, esporte medieval japonês.

Harakiri e Sepukku, a morte pela honra

Harakiri faz parte dos ensinamentos do Bushido, o código dos guerreiros samurais, que dentre os principais ensinamentos estão a Honra, lealdade e bravura. Significa literalmente “cortar a barriga” ou “cortar o estômago” e consistia em ajoelhar-se e cravar um punhal ou wakizashi, em sua própria barriga em um ritual suicida, caso desonrassem a si próprio ou ao seus ancestrais. O ideal é que as vísceras ficassem expostas para mostrar sua pureza de caráter e no fim puxar a lâmina para cima, fazendo assim um corte em cruz.

A morte era lenta e dolorosa e não muito raro acontecia do guerreiro permanecer vivo por horas ou mesmo dias, esvaindo-se em sangue e ao mesmo tempo sentindo uma dor indescritível.

O ritual chamado formalmente de Sepukku e era assistida por outras pessoas, que serviriam de testemunhas.

O samurai não podia demonstrar dor ou medo e sim mostrar total auto-controle para as pessoas que o assistiam.

Antes do suicídio propriamente dito, os samurais sempre seguiam o mesmo ritual: Banhava-se para purificar seu corpo e a sua alma. A seguir vestia a roupa específica do seppuku, totalmente branca, tomava uma xícara de saquê, sempre em dois goles, e a seguir escrevia um ou dois poemas de despedida.

O grande lema dos samurais era que a vida é limitada, mas o nome e a honra podem durar para sempre. Por causa disso, esses guerreiros prezavam a honra, a imagem pública e o nome de seus ancestrais acima de tudo, até da própria vida. Era uma forma perpetuar a sua existência. Essa filosofia persiste até hoje e por causa disso o Japão é uma das nações com maior índice de suicídios no mundo.

Ritual do seppuku, suicídio pela honra

Morte no Campo de batalha

No campo de batalha, os samurais decapitavam seus adversários e a cabeça do derrotado era como um troféu e levados aos senhores feudais, os daymio. Os Samurais que matavam grandes generais geralmente eram recompensados com terras e privilégios. Geralmente, nós do ocidente avaliamos os samurais como pessoas rudes e grosseiros, sem levar em conta as inúmeras outras habilidades que esses guerreiros tinham.

Dentre as habilidades dos samurais, destaca-se o amor pela arte, de todas as formas possíveis. Além da prática da arte do esgrima, muitos eram exímios poetas, calígrafos, pintores e escultores. Algumas formas de arte como o Ikebana (arte dos arranjos florais) e a Chanoyu (arte do chá) eram também consideradas artes marciais, pois treinavam a mente e as mãos do samurai.

Esses guerreiros levavam em conta também seu lado espiritual, praticando o o Zen-budismo, como uma forma de descobrir um caminho que conduzisse à calma e à harmonia. Além disso, eles davam muito valor à família e era comum fazerem justiças com suas próprias mãos, caso algum ente querido fosse assassinado, afim de restabelecer a honra da família.

Quer ler sobre os 10 maiores samurais de todos os tempos? Escrevemos sobre isso neste post.

A história dos samurais permeia boa parte do Universo Anthares, como você pode ler neste post.


ATENÇÃO: Fizemos um post comparando a cosmogonia de várias outras religiões e mitologias, que você pode ler neste link.


Abaixo, alguns links de núcleos relacionados ao Japão:

Na sequência, alguns links sobre a Mitologia Japonesa:


QUER VIRAR ESCRITOR?
PARTICIPE DO UNIVERSO ANTHARESSAIBA COMO CLICANDO AQUI.


Núcleos Narrativos de Anthares

A lista abaixo está em ordem cronológica, de acordo com a linha temporal do Universo Anthares.

PERÍODO PRÉ-DILUVIANO

• A Grande Equação
• A Criação das Dimensões
• A Insurgência e a Separação dos Acsï
• Jauz, o Portal e os Drishs
• Sete nasce – (≈ 3670 a.C.)
• Suméria fundada – (≈ 3316 a.C.)
• O Clã Hakal
• Mafug e Novo Mundo
• As Águas de Agazohu
• A Queda de Rohä
• Os Nefilins e o Guardião do Portal
• As Conquistas da Fúria
• A Fundação de QeMua
• Noé nasce (≈ 2744 a.C.)
• O Anúncio da Sentença
• O Selamento do Portal – (≈ 2590 a.C.)
• A Comunidade da Muralha
• Os Sinais dos Tempos
• A Pirâmide de Quéops – (≈ 2330 a.C.)
• Uni, o grande general egípcio (2300 a.C.)
• A Descoberta dos Ambientes Não-físicos
• O Dilúvio – ano 1656 (≈ 2144 a.C.)
• A Contenção de Rohä

DO OUTRO LADO DO PORTAL

• Hakais e QaFuga
• O Vale das Preces
• O Mago de Cipre
• A Guerra das Noites
• A Garganta de Maltam
• O Campo dos Lamentos
• Dia de Sangue
• O Mistério dos Pinages
• O Silêncio
• Drishs Avançam (RPG)
• Os Três Lendários

DO LADO DE CÁ DO PORTAL
(e itens históricos de referências cronológica)

• Caídos – A Segunda Crise
• A Comunidade Oculta
• Os Dragões Europeus
• A Confusão das Línguas
• Babel vira Babilônia – 1803 a.C.
• Ínaco funda Argos – 1802a.C.
• O Banimento dos Gigantes
• Hamurabi assume o trono – 1767 a.C.
• O Mercenário de Sodoma
• As Atas da Disputa
• O Guardião da Floresta
• Hércules mata Busíris¹ – 1471 a.C.
• Peste dos Filisteus – 1320 a.C.
• Êxodo dos hebreus – 1260 a.C.
• Isdras, o Herói da Nação – ≈ 1000 a.C.
• O Guardião da Lua
• A Origem do Japão – 697 a.C.
• As Sentinelas de Takeshi
• Buda nasce – 560 a.C.
• Jesus¹ nasce – entre 4 e 7 a.C. (pois é)²
• A Peste Antonina – 165
• A Migração dos Teutões – 350 –
• A Praga de Justiniano – 541
• Peste e Ódio – 1218
• A Orda Mongol contra os Samurais – 1274
• O Contrato de Salém – 1693
• Grande Peste de Marselha – 1720
• O Exorcista do Velho Oeste
• Constantin von Tischendorf – 1844
• Guerra Anglo-Zulu – 1879
• Grande Sismo de Kantō – 1923
• A Segunda Guerra e o Vesúvio
• Pandemia de Mortos Vivos
• Os Pequenos Sacerdotes
• A Morte de Edmundo Pinto e Ulysses Guimarães
• Chacina em Santo André
• Psy e Químico
• O Julio na Gaita e a Bicharada
• O Ponto de Étretat
• Sequestros em Mateiros
• A Ferramenta de Nuhat
• O Guardião de Tóquio
• A Militância Mundial
 Experimento Equilibrium
• O Grande Bloco Mundial
• A Revolução
• A Queda dos Estados
• O Retorno de Rafael
• O Cataclisma

OUTROS TÓPICOS IMPORTANTES

• A Magia em Anthares
• Os Drishs e a Magia
• Sistemas Mágicos em Anthares
• As Comunidades Parassociais
• Deuses do Olimpo e Nórdicos
• Lugares Misteriosos

Os 10 Maiores Samurais do Japão - Universo Anthares

Os 10 Maiores Samurais do Japão - Universo Anthares

[…] O post completo sobre eles está neste link. […]

Tanuki – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

Tanuki – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

[…] A História dos Samurais […]

Os imigrantes japoneses no Brasil - Universo Anthares

Os imigrantes japoneses no Brasil - Universo Anthares

[…] A História dos Samurais […]

Yasuke – O Samurai Negro - Universo Anthares

Yasuke – O Samurai Negro - Universo Anthares

[…] A História dos Samurais […]

Yōkai – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

Yōkai – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

[…] A História dos Samurais […]

Mujina – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

Mujina – Mitologia Japonesa - Universo Anthares

[…] A História dos Samurais […]

Comments are closed.