Saga dos Volsungos – Mitologia Islandesa

A Saga dos Volsungos (nórdico antigo: Völsunga saga[1]) é uma saga lendária islandesa do século XIII em forma de prosa, sobre a origem, auge e declínio do clã dos Volsungos (descendentes do rei Volsungo[1]), incluindo a história de Sigurdo e de Brunilda e a destruição dos Burgúndios.

A saga de Volsunga é uma saga islandesa, escrita por volta de 1300, com base na tradição germânica. Os eventos reais que inspiraram a narração fantasiosa da saga ocorreram na Europa Central nos séculos V e VI dC, mas o único manuscrito medieval da obra existente atualmente data de c. 1300. Acredita-se que a versão em prosa da saga seja baseada em poemas épicos escandinavos anteriores.

O poema épico alemão medieval Nibelungenlied (“Canção dos Nibelungos”) é baseado nas mesmas antigas histórias que a Saga dos Volsungos, que eram comuns a todas as terra germânicas desde o início da Idade Média. No Nibelungenlied, porém, a narrativa apresenta traços do romance cortês.

Leia mais sobre a Mitologia Nórdica.