Fjorgyn – deuses nórdicos

(Jord, Hlodyn, Hertha)

“A Deusa da Terra”

Também uma deusa da terra – como Erce, Erda, Jord, Hertha e Hlodyn -, Fjorgyn é a personificação da terra primeva, não-cultivada e não-habitada. Filha de Nott (a noite) e Anar (a água), Fjorgyn gerou, com Odin (em sua representação como Jord), Thor e Frigga (manifestada como Fjorgyn). Era cultuada no alto das montanhas e colinas, onde se unia ao céu, imagem que simboliza o mito universal do casamento sagrado da Mãe Terra com o Pai Céu. Considerada a guardiã do sagrado caldeirão do renascimento, é representada cercada de vasos de barro com formas humanas e de cestos de frutas, ou ainda como uma mulher grávida que emerge da terra, do ventre jorrando as águas da vida; os seios e joelhos formando as colinas; e os cabelos, a vegetação. Às vezes aparece segurando um filho e uma filha no colo, símbolos dos dois mundos: o poder masculino e a receptividade feminina. Sob os nomes de Hlodyn, Hertha ou Erda, essa deusa é conhecida como a protetora do lar, da lareira e da ancestralidade da terra.

Você pode ler mais sobre a Mitologia Nórdica neste link.